Coronavírus no Paraná chega a 229 casos e 99 casos em Curitiba

Coronavírus no Paraná chega a 229 casos e 99 casos em Curitiba

O estado do Paraná tem 229 casos do novo coronavírus (Covid-19)., conforme a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná), três pessoas morreram pela doença. A atual taxa de letalidade é de 1,31% no Paraná, abaixo da média nacional

Entre os casos confirmados, 16,5% demandam internamentos em hospitais. De acordo com a secretaria estadual, 38 pacientes estão internados. E 21 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus (Covid-19) estão na UTI. Outras 17 pessoas ocupam leitos clínicos. O restante dos pacientes acompanha a evolução da doença em isolamento domiciliar.

Curitiba concentra 43% dos casos de Covid-19 no estado do Paraná.

Curitiba chegou a 99 casos confirmados, 209 suspeitos e 581 descartados de coronavírus, segundo a Secretaria Municipal da Saúde nesta quarta-feira (1). Comparado aos números de ontem, são nove pessoas a mais com confirmação da Covid-19 e 28 casos a mais que foram descartado. Já o número de suspeitas se manteve.

Os números foram atualizados em uma live no Facebook da prefeitura com o prefeito Rafael Greca, a secretária da Saúde, Márcia Huçulak, e a infectologista Marion Burger.
 

De acordo com Burger, em uma análise do avanço da doença na capital paranaense, 48 pessoas das 99 infectadas já estão recuperadas. Ou seja, elas podem retornar a sua rotina normalmente.

“Eles foram liberados do internamento porque já completaram 14 dias de isolamento e estão bem clinicamente. Ou seja, não apresentam mais sintomas. Eles estão liberados para trabalhar, ver a família e abraçar sem restrições”, declarou a especialista.

Das 99 pessoas que contraíram o coronavírus, 51 pessoas seguem lutando contra a doença. Além disso, das nove confirmações obtidas nas últimas 24 horas, duas pessoas são profissionais da saúde, mas não estão internadas.

Além disso, 16 pessoas estão internadas e sete delas estão em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com o suporte ventilatório para respirar.

“A concentração de casos positivos foi de viajantes. Primeiro da China e Europa, depois da América do Norte. A partir do dia 20 de março é que todo mundo que apresentada quadro respiratório passa a ser suspeito”, completa a infectologista Marion Burger.

Fonte: Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) e live no Facebook da prefeitura com o prefeito Rafael Greca, a secretária da Saúde, Márcia Huçulak, e a infectologista Marion Burger. 
Foto: Reprodução da Live do Facebook

Jornal Paraná Shimbun

Deixe uma resposta